QUINTAL VIVO – Círculo de Vivências

março 4, 2010

Vivência no Ervanário São Francisco de Assis

Filed under: Quintal Vivo 2010 — quintalvivo @ 11:23 pm

Quando

11 e 12 de outubro, segunda-feira das 9h às 18h, e terça-feria das 8h às 17h.

Onde

Ervanário São Francisco de Assis – Loteamento Ipê Amarelo, Sabará/MG

É no Ervanário São Francisco de Assis que o casal Fernando e Tantinha desenvolve seu trabalho com plantas medicinais, desde o plantio até o preparo e indicação de medicamentos.

O casal trabalha com as plantas há 16 anos. Foi uma demanda familiar, o objetivo de encontrar um tratamento adequado para um dos filhos, que os fez começar. Hoje a farmacinha popular, em sua casa no Alto Vera Cruz, atende pessoas indicadas pelos própri@s médic@s e agentes do Centro de Saúde local. Na farmácia caseira são produzidos 48 tipos de medicamentos utilizando-se 53 tipos de plantas cultivadas e 28 tipos de plantas nativas.

O trabalho do Ervanário sempre esteve associado ao Grupo Semear – composto por outras famílias da região e que, desde 1994, promove práticas alternativas de saúde e alimentação, além de trabalhar o controle e qualidade de medicamentos naturais e o aproveitamento dos quintais. O Semear participa ativamente da Articulação PACARI, formada por 80 organizações, dentre elas grupos comunitários, ONGs, universidades e pessoas interessadas na produção agroecológica e no extrativismo de plantas medicinais do bioma cerrado.

O trabalho que o grupo desenvolve, acreditamos, é fundamental para a economia e cultura das comunidades com que se relacionam: resgatar práticas alternativas de saúde e alimentação permite considerável redução de gasto com os mesmos, além de valorizar o conhecimento popular e legitimar a sabedoria regional. Ao (re)aprender a cuidar dos quintais, produzir os próprios xaropes e utilizar integralmente o alimento, as famílias melhoram a alimentação, economizam nas compras, adoecem menos e têm um contato renovado com o ambiente e a espiritualidade.

E agora a novidade é: Tantinha, Fernando e família adquiriram um novo espaço, uma nova terra… maior, com mata e nascente! As empreitadas no novo terreno estão em fase inicial… e a vivência proposta pelo Quintal Vivo é apenas um pequeno passo nessa caminhada tão brilhante.

O que?

A caminhada de reconhecimento de plantas nativas e medicinais consiste numa breve visualização da riqueza que é a natureza do cerrado e num pouco da transmissão dos saberes do conhecedor Fernando… saberes esses que se encontram em pleno potencial nesse novo espaço!

Conhecedor é um termo usado pelos grupos de agricultura urbana e organizações apoiadoras para designar aqueles que conhecem o uso de plantas medicinais e medicina caseira. Os conhecedores populares estão preocupados com a manutenção das áreas verdes, sobretudo aquelas que apresentam plantas medicinais nativas, por entenderem que esse é um meio de garantir o acesso à planta de qualidade e o preparo de bons remédios. Seu trabalho, entretanto, não se limita a conservar, é necessário que eles tenham condição de fazer um manejo adequado, contribuindo ainda mais para a preservação das espécies.

                                  

A Permacultura permite uma existência humana coerente dado que propõe um modelo de desenvolvimento infinito e completo. Este sistema de design é baseado na observação de sistemas naturais, na sabedoria contida em sistemas produtivos e no conhecimento moderno, científico e tecnológico; os sistemas devem ser ecologicamente corretos, economicamente viáveis e sustentáveis a longo prazo; as necessidades energéticas devem ser supridas pelo próprio sistema (pequenas ou grandes propriedades).

A ética na Permacultura envolve três níveis de princípios: o cuidado com a terra, com as pessoas e a justa partilha dos excedentes.

                

Os sistemas convencionais de tratamento de esgotos – entende-se aí o lançamento de esgotos em corpos de água – provocam impactos ao meio ambiente e à saúde das populações. A segregação das chamadas águas negras (provenientes do vaso sanitário) e águas cinza (não contaminadas com fezes) permite o tratamento simplificado e descentralizado dos diferentes tipos de efluentes domésticos, possibilitando a reutilização da água e dos nutrientes contidos no esgoto.

O Tanque de Evapotranspiração (Tevap) é uma tecnologia proposta por permacultores visando o tratamento e reuso domiciliar de águas. Consiste num sistema composto por um tanque repleto de plantas que farão o trabalho de decomposição anaeróbia da matéria orgânica, mineralização e absorção dos nutrientes e da água pelas raízes. Os nutrientes deixam o sistema incorporando-se à biomassa das plantas e a água é eliminada por evapotranspiração.

O tanque é um espaço retangular impermeabilizado, dimensionado para uma unidade familiar, preenchido com diferentes camadas de substrato e plantado com espécies vegetais de crescimento rápido e grande demanda de água.

O efluente do vaso sanitário (água negra) entra no sistema pela câmara de recepção, localizada na parte inferior do tanque, permeando, em seguida, as camadas de material cerâmico. Nessa porção inferior do tanque, ocorre a digestão anaeróbia dos nutrientes da água. Com o aumento do volume de esgoto no tanque, o conteúdo preenche também as camadas superiores, de brita e areia, até atingir a camada de solo acima, através da qual se move por ascensão capilar até a superfície.  Assim, o tanque de evapotranspiração permite que a água que seria eliminada do sistema aí permaneça, exercendo outras funções.

O grupo acredita que o trabalho que desenvolve é fundamental tanto para a questão econômica quanto cultural das comunidades. O resgate de práticas alternativas em saúde e alimentação permite que os gastos com alimentação e medicação sejam diminuídos e o conhecimento popular dos/as idosos/as seja valorizado. Ao aprender a utilizar integralmente o alimento, a produzir os próprios xaropes e a cuidar dos próprios quintais, as famílias melhoram a alimentação, economizam nas compras, adoecem menos e têm um contato renovado com o ambiente e a espiritualidade.

Início

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: